Configurando Internet no Roteador Mikrotik

Como configurar o seu Mikrotik para conexão com a internet?

Digamos que você já tem uma rede configurada no roteador Mikrotik e agora precisa fazê-lo com que tenha saída para a internet e libere a navegação para os dispositivos conectados a rede, se ainda não tem essa rede configurada veja o nosso artigo sobre Configurando Rede no Roteador Mikrotik e aprenda como isso pode ser feito facilmente no Mikrotik.

Mas voltando ao fato de liberarmos a  navegação no roteador, vamos seguir passos simples para essa conexão.

Configurando o Mikrotik

Acesse o seu Mikrotik e clique no menu “New Terminal” e vamos fazer um teste de ping no ip dns do Google e nos certificarmos de que o roteador ainda não tem saída para a internet.

Teste de Ping no New Terminal

Teste de Ping no New Terminal

Agora acesse o menu IP e selecione a opção DHCP Clientvocê verá que ainda não ha configuração para a interface que será a WAN (Wide Area Network).

Como no exemplo usaremos a interface “ether1-wan“. A rede WAN  é a rede de longa distancia, ou seja, a rede mundial. O acesso a essa conexão é providenciada pelo provedor de internet.

Interface WAN

Interface WAN

Agora vamos até o menu IP, onde configurações de “Rede”, “Firewall”, “Mascaramento” dentre outras são realizadas. Selecione as opções, AddressesDHCP Client e Routes.

Configurando Internet Mikrotik

Configurando Internet Mikrotik

Ao clicar em Addresses será aberta uma janela onde estão listadas os ips de todas as interfaces e/ou redes configuradas no seu Mikrotik, se você não tem configurações no seu roteador está lista estará vazia.

DHCP Client,  nessa área podemos configurar definir a interface WAN para receber o ip do modem (provedor de internet) de forma dinâmica ou manual (estática).

Dessa forma o Mikrotik será integrado a rede local de onde virá a liberação e mascaramento para o acesso a internet.

Usaremos o modo automático, onde o roteador receberá as definições de endereço “ip”, “máscara de rede”, “gateway” e as definições de servidor “dns”.

Clicamos no botão de addição “+” e na tela seguinte selecionamos a interface WAN , mantemos marcadas as opções “Use Peer DNS” para o recebimento automático do dns da rede e a “Use Peer NTP” para o RouterOS o horário local.

Uma das opções mais importantes nesse processo é manter como “yes” a opção “Add Default Route“.

Essa configuração permite ao Mikrotik criar automaticamente a rota de saída dos dispositivos da rede para o modem de internet, de onde vem a liberação.

DHCP-Client

DHCP-Client

Após definido isso, clicamos em “Applay” e “OK“. Logo veremos na janela “Route List” as rotas criadas automaticamente através da nossa configuração em DHCP-Client.

Se voltarmos a fazer o teste de ping teremos o retorno de “timeout” ou seja “tempo esgotado”. Isso significa que não houve resposta da internet para a solicitação.

O que acontece é que a nossa solicitação de ping assim como qualquer outra que estiver sendo feita nesse momento está na rede local.

Ele só consegue sair para a internet através de um “mascaramento” feito pelo roteador onde o ip da rede local é substituído pelo ip válido na internet, que pertence ao modem, liberado pelo provedor de internet.

Nesse caso, precisamos voltar ao menu “IP“, selecionar a opção “Firewall” e selecionamos a aba “NAT” e clique em “+” para adicionar esse mascaramento.

Firewall NAT

Firewall NAT

Precisaremos definir apenas três configurações nessa área, definir a “Chain“, “Out. Interface” na aba GeneralNa aba Action definiremos como ação “masquerade“.

Definição do Mascaramento

Definição do Mascaramento

Action Masquerade

Action Masquerade

Agora podemos clicar e Apply e OK para aplicarmos as configurações.

Fazendo o teste de ping novamente verificamos que já há resposta da internet no nosso roteador Mikrotik.

Ping DNS Google

Ping DNS Google

Você viu que em poucos passos podemos configurar o roteador Mikrotik para habilitarmos a navegação na internet.

Faça seu comentário